Mário Covas supera 100 cirurgias

de redesignação sexual

Hospital público, administrado pela FUABC, é o que mais cirurgias realiza em mulheres transexuais em todo o país.

 

Em evento realizado no dia 14 de junho, foi comemorado o sucesso de parceria entre o Hospital Estadual Mário Covas e o Centro de Referência e Treinamento em DST / Aids de São Paulo que atingiu a marca de 100 cirurgias de redesignação sexual em maio deste ano.  A oferta de cirurgias de adequação sexual para mulheres transexuais começou em2015, quando foi estabelecida a cooperação entre o HEMC e o CRT por meio de ação permanente com o Ambulatório de Saúde Integral para Travestis e Transexuais. 

Em solenidade iniciada às 10h, que reuniu mais de 150 pessoas no auditório do Hospital, integrantes das equipes médicas e de enfermagem, autoridades e técnicos da área da saúde e, ainda professores da Faculdade Medicina ABC e colaboradores do CRT e HEMC, assistiram à programação sobre o tema “100 cirurgias de redesignação sexual - Uma parceria bem-sucedida entre HEMC e CRT”.

O diretor-geral do Hospital Mário Covas, Dr. Adilson J. Westheimer Cavalcante, abriu o evento enfatizando a importância do programa de adequação sexual para mulheres transexuais e da parceria estabelecida com o Estado, iniciativa que promove a atenção às questões de gênero e também conhecimento científico e evolução das técnicas médicas capazes de proporcionar bem-estar aos pacientes. A dedicação da equipe de redesignação, composta pelos urologistas, Dr. Odair Gomes Paiva e Dr. Rodrigo Itocazo Rocha e demais profissionais da Enfermagem, Psicologia e Assistência Social e Fisioterapia do HEMC, foi destacada pelo Dr. Adilson Cavalcante que apontou a possibilidade de ampliação dessa parceria no futuro.

O diretor técnico de saúde do CRT DST/Aids SP, Alexandre Gonçalves, lembrou as tratativas iniciais em 2015, com o Dr. Vanderley da Silva Paula que evolui nos contatos com a direção do Hospital e resultou na parceria. Alexandre Gonçalves aproveitou a oportunidade para falar sobre a importância do Ambulatório de Saúde Integral para os Travestis e Transexuais, inaugurado em 2009, e para agradecer à direção e profissionais do HEMC não só a dedicação e empenho, mas a grande e complexa estrutura de pessoal e equipamentos colocadas à disposição, essencial para o sucesso e realização das cirurgias.

O depoimento emocionado da paciente Paola Bueno, operada em 2021, comoveu a todos ao lembrar os preconceitos e barreiras enfrentadas no decorrer de 61 anos de vida. Os conflitos com a família, na escola, no trabalho e em um mundo que não entende e exclui o que é diferente, foi exposto por Paola que agora está “realizada” e satisfeita com o resultado da cirurgia.

Na sequência da programação, o Dr. Rodrigo Rocha, enfatizou a importância da parceria com os resultados positivos tanto no aspecto científico, quanto no social, promovendo esse serviço à ser referência em todo Brasil. O aprendizado e a importância do trabalho multidisciplinar, as reuniões e protocolos, a atenção e preparo no pré e pós-operatório, a superação de obstáculos em razão da complexidade das cirurgias, foram destacados pelo médico. Dr. Odair Gomes Paiva enalteceu a dedicação de toda a equipe e os resultados conquistados ao longo dos últimos 7 anos. “Estamos empenhados em difundir esse conhecimento e todo esse trabalho  está expresso em artigos científicos que certamente contribuem para o aperfeiçoamento das cirurgias. A publicação e divulgação desse trabalho passa a ter importância significativa para a medicina  e merece nossa atenção”, afirmou.

 

No encerramento da atividade, o prof. Dr. Sidney Glina, titular da disciplina de Urologia da FMABC, falou sobre o impacto da atividade para os alunos e residentes que acompanham as cirurgias.  O coordenador do ambulatório de Saúde Integral do CRT, Dr. Ricardo Barbosa Martins, concluiu com exposição sobre as atividades desenvolvidas para assistência médica, treinamento e capacitação de profissionais para o atendimento aos travestis e transexuais.  O evento contou com a presença de inúmeras autoridades, entre elas o Dr. Luiz Mário Pereira Souza Gomes, presidente da FUABC; Dra. Vânia  Barbosa do Nascimento, pró-reitora de Extensão do Centro Universitário ABC; Dr. Francisco de Assis Lopes, presidente do Coreme FUABC; Dr. Caio Catalani Racca, Coordenador do CGCSS; e Dr. Alexandre Cruz Henriques, diretor técnico do HEMC.