PENSE NISSO: Heróis? NÃO! Muito mais que isso!

Os “heróis” foram, de certa forma, imortalizados nas produções de Hollywood, transformando pessoas comuns em “super-heróis”. Esses heróis têm poderes especiais, usam capas superprotetoras, têm cintos multiuso, ficam invisíveis, são teletransportados, e possuem outros infinitos recursos.

 

Percebe-se, pois, que nossos Colaboradores não têm nada de heróis - são muito mais que isso! Enfrentam o inimigo de frente e quem é invisível é o inimigo! Quem tem mil facetas, pode ser teletransportado é o inimigo. Quem se transforma em outra coisa de um momento para o outro é o inimigo.

 

Heróis? Não! Muito mais que isso! Desde quando um herói encara o inimigo de frente com medos, receios, angústias e esgotamento físico e psicológico?

 

Não! Definitivamente não são heróis! Quem já viu um herói chorar pelos cantos pela dor alheia?

 

Mas o que são então? Muito mais que isso, muito mais do que simples heróis!

 

São seres humanos que abdicam de sua própria vida, sua própria saúde, sua vida familiar para honrar sua profissão, sua vocação e sua missão de cuidar!

 

Não são heróis! São pessoas que enaltecem a dignidade humana e que vivem na prática o mais profundo desígnio divino que é o AMOR no sentido de doação e serviço; servir o próximo.

 

Como recompensá-los? Não temos recursos financeiros para isso e demonstrações de afetos, como bombons, palmas etc. já não são suficientes e ficaram pequenos demais para demonstrar nossa gratidão.

 

Talvez nossa maior demonstração de gratidão seja incluí-los todos os dias em nossas orações e pedir a Deus que os abençoe em abundância, clamando para que tenham paz e harmonia.

 

E, por último, devemos simplesmente agradecer, pois a gratidão abre as portas de nosso coração. Que Deus os abençoe, meus queridos heróis, opa, meus queridos e abençoados seres humanos, colaboradores do Hospital Estadual Mário Covas!

 

PROF. DR. DESIRÉ CARLOS CALLEGARI

SUPERINTENDENTE - HOSPITAL ESTADUAL MÁRIO COVAS

Acolhendo o AMOR da VIDA de ALGUÉM